Governo volta a recuar e Região de Palmitinho segue na bandeira laranja
Fato de o número de internações na região de Palmeira das Missões ter se mantido estável levou o Governo a reconsiderar a decisão
Publicado em 29 de junho de 2020
Compartilhar
A- A A+

O governador do Estado, Eduardo Leite, em transmissão ao vivo na tarde desta segunda-feira(29), divulgou o novo mapa do Distanciamento Controlado, após a análise dos recursos enviados pelas regiões. A região de Palmeira das Missões (R15, R20), da qual Palmitinho faz parte, retornou para a bandeira laranja.

Na sexta-feira(26), o governo havia colocado, a região em bandeira vermelha. O município de Frederico Westphalen, em ofício, também havia solicitado uma nova divisão dos municípios da região, mas o governo não acatou o pedido. Sendo assim, o município continua fazendo parte da região R15, R20, junto com outras 51 cidades.

De acordo com Leite, o número de internações na região de Palmeira das Missões têm se mantido estável, o que levou o Governo a reconsiderar a decisão.

Além de Palmeira das Missões as regiões de Caxias do Sul e Erechim também seguem com a bandeira laranja dentro do mapa final do modelo de Distanciamento Controlado contra a Covid-19 no Rio Grande do Sul. As regiões de Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo, Canoas, Passo Fundo e Santo Ângelo foram classificadas com a bandeira vermelha no mapa final do modelo do Governo do Estado. 

Com isso, os municípios que foram apontados como alto risco epidemiológico para o coronavírus devem permanecem ao menos duas semanas na categoria de bandeira vermelha, a partir da meia-noite de terça-feira, dia 30 de junho. 

Recursos 

O Governo do Estado recebeu, até esse domingo, 67 recursos que pediram reconsideração da bandeira vermelha e foram analisados pelo Gabinete de Crise. Caxias do Sul, Erechim e Palmeira das Missões haviam ficado com a média final no limite da classificação e foram classificadas em vermelho pelo critério de arredondamento. 

Segundo Leite, essas regiões apresentaram estabilidade e melhorias na última semana, em número de hospitalizações e óbitos por Covid-19, mas ainda estão sob alerta e inspiram cuidados, especialmente a área de Caxias do Sul, que é o que apresenta indicadores altos na incidência de projeção de óbitos.

Atividades 

O comércio não-essencial nas regiões da bandeira vermelha devem permanecer fechados e apenas permitido vendas online e no sistema de telentrega. No setor da educação, está permitido o estágio final obrigatório para estudantes da área da saúde, respeitando a limitação de 50% dos alunos e 50% dos trabalhadores.

Para academias e clubes há uma mudança no modo de atendimento. Seguindo o protocolo do Governo do Estado, em vez de atendimento individualizado/coabitante por ambiente, o atendimento deve ser com o mínimo de 16m² por pessoa. 

Fonte: Dejair de Castro - Jornalismo Cultura FM
Fotos
Comentários